Arquivos da categoria: Artigos

Roedores

Ratos, ratazanas e camundongos adaptaram-se muito bem a maneira de viver do homem, tornando- se uma praga de grande relevancia. Um casal de ratos na idade de seis a sete meses, ja produziu uma media de quarenta novos individuos, levando-se em consideracao fatores limitantes como alimento disponivel e doencas. A visao do rato e ruim alem de ser daltonico, mas em compensacao possui os outros sentidos muito desenvolvidos. As perdas economicas causadas pelos roedores e de grande relevancia nas lavouras, na armazenagem de graos onde a sua acao e devastadora, nas industrias de transformacao de alimento, em locais de confinamento de animais etc. Alem de causarem danos, transmitem doencas aos animais e ao homem.

– Sao responsaveis pela perda de 30% da producao nacional de graos e 4% da producao mundial.

– A cada 3 dias ha registro em hospitais e postos medicos de 1 pessoa com lesoes por roedura de ratos.

– O Brasil possui o maior numero de especies e subespecies de roedores na fauna silvestre.

– A Suica mantem 0,5 rato per capita, os EUA 2, enquanto no Brasil, nos grandes centros urbanos, existem 15 ratos/habitante, sendo a media nacional de 8.

– O rato tem existencia paralela a civilizacao de um povo, na Suica a media de vida de um rato e de 6 meses, ja no Brasil ele vive ate 2 anos.

– Se acasalarmos 1 casal de ratos em janeiro, em dezembro teremos 180 mil descendentes e no periodo de 10 anos serao 48 trilhoes.

– 30% dos incendios em instalacoes industriais e comerciais de causas nao definidas, sao atribuidas a roedores.

– Na Idade Media, atraves da transmissao da Peste Negra (peste bubonica e pneumonica), os ratos aniquilaram 25 a 50% da populacao europeia, dependendo do pais atingido.

– Atualmente os ratos e suas pulgas espalham diversos tipos de doencas como : tifo, febre da mordida, leptospirose, hantavirus, triquinose, salmonelose e outras.

– O hantavirus (virus letal transmitido pelos ratos) pode ser propagado, simplesmente pelo caminhar do individuo sobre superficie de poeira, atraves da inalacao desta. A febre hemorragica e o pior tipo da doenca causada pelo virus, provoca hemorragia pelos poros, olhos e liquefaz os orgaos internos com altissimo grau de mortalidade.

– Os ratos conseguem sobreviver e dar continuidade a especie em qualquer ambiente, devido a sua extraordinaria adaptabilidade, ex.: um rato da Siberia, que possui pelagem de 11 cm, quando trazido para o Brasil, em 6 meses ja produz descendentes com 1 cm de pelagem.

– Os ratos tem neofobia, fobia pelo novo. Quando entram em contato com objetos ou alimentos recem introduzidos em sua area, enviam os doentes e os idosos do seu grupo para testar o novo produto, depois de algum tempo, se nao houver perigo, consomem o produto, por isso nenhum raticida pode ter efeito fulminante, pois seriam facilmente identificados e nao consumidos. Ex.: e proibido a utilizacao de “chumbinho”.

– As colonias competem entre si e quando nao ha oferta de alimento suficiente, comem seus proprios filhotes.

– Residencias que possuem caes sao atrativas para roedores, pois o cidadao brasileiro nao e como o europeu ou americano que remove o restante da racao apos ter alimentado seu animal, ficando a mesma a merce dos ratos.

– O crescimento ininterrupto dos seus dentes incisivos faz com que roam tudo que encontrar, para exercitar sua arcada dentaria, atacando: chumbo, diversos metais, aluminio, cobre, madeira, plastico, fios eletrificados, etc.

– Efeito Bumerangue ou Inversao de Efeito e quando nao se obtem a diminuicao de ratos em uma area, apos um trabalho de desratizacao e sim inverte-se o efeito desejado aumentando a populacao existente, ex.: uma colonia que tenha 10 ratos adultos, o aparecimento do 11є rato inicia o canibalismo, os recem nascidos sao abandonados pelas maes e comidos pelos adultos, as femeas diminuem sua freqьencia de cio e parem ninhadas reduzidas (as quais sao canibalizadas), somente se ocorrer a morte de 1 dos 10 ratos dessa colonia e que a vaga e preenchida por algum filhote, dessa forma a colonia auto regula-se.

Caso o homem intervenha nesse equilibrio e consiga eliminar 4 individuos dessa colonia, as femeas gerarao 20 pequenos ratos, que vao se alimentar da porcao de comida dos 4 adultos eliminados, havera competicao direta entre esses 20 filhotes que vao disputar a vaga em aberto na colonia, recompondo o numero original, onde os 4 mais fortes tentam eliminar os 16 outros jovens mais fracos, porem esses 16 ja nao sao tao desprotegidos, nem tao inabeis e assim salvam suas vidas fugindo do territorio e vao habitar as areas contiguas, estabelecendo novas colonias, dessa forma ao inves da colonia anterior de 10 individuos, depara-se com 26 ratos.

Os roedores estao classificados como:
REINO: Animal
RAMO: Chordata (VERTEBRADOS)
CLASSE: Mammalia (MAMIFEROS)
ORDEM: Rodentia (ROEDORES)
SUB ORDEM: Myomorpha
FAMILIA: Muridae
ESPECIES: Rattus norvegicus, Rattus rattus, Mus musculus

Ratazanas, rato de esgoto, gabiru, rato pardo (Rattus norvegicus)
O genero Rattus abrange 56 especies sendo que somente algumas poucas causam problemas ao homem. Estes roedores sao tipicamente generalistas, exibindo ampla preferencia por habitats e alimentos. Sao as especies em maior numero dentre os mamiferos presentes em varias regioes do planeta.

O adulto possui corpo robusto com 18 a 25 cm de comprimento podendo pesar de 250 a 600 gramas. Com pelos asperos, orelhas pequenas e arredondadas, olhos de tamanho pequeno em relacao ao resto da cabeca. As patas possuem calos lisos e membranas interdigitais. A cauda e grossa e peluda medindo 15 a 21 cm. Sao de habito noturno e transitam com extrema cautela sendo dificil visualizar suas atividades. Possuem um raio de acao de 30-45m em relacao ao abrigo.

Possui uma vida media de 02 anos sendo sexualmente maduro entre 60-90 dias de idade. A gestacao da femea dura de 22 a 24 dias com 08 a 12 ninhadas por ano. Cada ninhada possui de 08 a 12 filhotes com uma media de sobrevivencia de 20 filhotes apos o desmame por femea/ano. Vivem em colonias que agregam ate algumas centenas de individuos em territorios definidos, e com a presenca de dois grupos distintos, os dominantes e os dominados. Em caso de competicao com outras especies (Rattus rattus) a especie Rattus norvegicus geralmente predomina pelo maior porte e agressividade. Devido a falta de alimento pode ocorrer competicao entre colonias.

Seus ninhos geralmente se localizam em tocas ou galerias escavadas no subsolo, onde encontramos pelos, fezes, restos de alimentos e outros detritos. Fazem suas trilhas ao ar livre formando sulcos no solo e desgastando a vegetacao rasteira, buscando agua e alimento. A planta dos pes e estreita e sem estrias. Encontramos mancha unica de atrito corporal junto ao solo, paredes e muros. As fezes sao em forma de capsulas com extremidades rombudas. Pode-se encontrar sinais de roedura em aluminio, chumbo, argamassa, madeiras proximas ao solo.

Sao animais onivoros e consomem diariamente 20 a 30g/dia de alimento, que pode ser lixo organico, cereais, raizes e carne. Consome de 15 a 30 ml de agua/dia.

Sao excelentes escavadores construindo galerias no subsolo com varias saidas. Devido ao habito noturno deve-se remover diariamente o lixo e indisponibiliza-lo no periodo da noite evitando suas visitas ao local. Esta especie e frequentemente encontrada em beira de corregos e rios, terrenos abandonados, jardins sem manutencao adequada, rede de esgoto e galerias fluviais, depositos de lixo e entulhos diversos, proximo as linhas ferreas.

Rato de telhado, rato preto, rato de paiol, rato de forro, rato de navio (Rattus rattus)
O adulto possui corpo esguio com 16 a 21 cm de comprimento podendo pesar de 80 a 300 gramas. Com pelagem delicada e dorso preto ou cinza, orelhas e olhos grandes e salientes em relacao a cabeca. As patas possuem calos estriados e sem membranas interdigitais. A cauda e fina em chicote com poucos pelos medindo 19 a 25 cm. Sao de habito noturno e escalam com extrema facilidade. Possuem um raio de acao de 30-60m em relacao ao abrigo.

Possui uma vida media de 18 meses sendo sexualmente maduro entre 60-75 dias de idade. A gestacao da femea dura de 20 a 22 dias com 04 a 08 ninhadas por ano. Cada ninhada possui de 07 a 12 filhotes com uma media de sobrevivencia de 20 filhotes apos o desmame por femea/ano. Os ninhos sao geralmente acima do solo nos sotaos, forros das casas, arbustos, sacarias, frestas de muros, armazens, poroes de navios e nas areas portuarias. Junto aos muros e madeiramento do telhado encontramos, muitas vezes, fezes e manchas de gordura causadas pelo atrito do corpo nestes locais. Em locais elevados, junto a vigas, canos e colunas encontramos mancha dupla nos locais de manobra para contornar obstaculos. As fezes sao afiladas.

De habito onivoro consome diariamente de 15 a 30g de alimento/dia, concentrando sua dieta em legumes, frutas, cereais, raizes e pequenos insetos. Consomem de 15 a 30 ml de agua/dia.

Camundongo, catita, ratinho caseiro (Mus musculus)
O adulto possui corpo delgado com 8 a 9 cm de comprimento podendo pesar de 10 a 21 gramas. Com pelagem delicada e sedosa, orelhas grandes e salientes em relacao a cabeca afilada, olhos pretos e salientes de tamanho pequeno em relacao ao resto da cabeca. As patas sao escuras e sem membranas interdigitais. A cauda e fina e sem pelos medindo 8 a 10 cm. Sao de habito noturno e escondem-se com extrema facilidade em locais estreitos e de dificil acesso. Possuem um raio de acao de 03 a 09 m em relacao ao abrigo.

Possui uma vida media de 12 meses sendo sexualmente maduro entre 42-45 dias de idade. A gestacao da femea dura de 19 a 21 dias com 05 a 06 ninhadas por ano. Cada ninhada possui de 4 a 8 filhotes com uma media de sobrevivencia de 30 filhotes apos o desmame por femea/ano. Os ninhos sao geralmente terrestres e acima do solo, geralmente no interior de residencias. Realizam seus ninhos em guarda-roupas, frestas de rodapes, prateleiras de livros e moveis em geral onde notamos a presenca de pelos, restos de alimentos, fiapos de pano, papel e outros detritos. Escalam com facilidade abrigando-se em despensas, armarios, espacos internos nas paredes e depositos. Se alimentam de cereais, farelos, pao e queijos (3 g/dia) e possuem pouca exigencia quanto ao consumo de agua. As fezes sao em forma de bastonete. As roeduras sao delicadas, geralmente graos parcialmente roidos e abandonados.

Medidas Preventivas:

Antirratização
Acondicionamento correto do lixo; dispor o lixo na rua somente na hora que o coletor recolher; nunca jogar lixo a ceu aberto; acondicionamento correto de alimentos; inspecao periodica de locais que possam servir de abrigo e material que adentre ao ambiente; vedar frestas ou vaos; colocar telas, grelhas, ralos do tipo abre-fecha, sacos de areia; evitar acumulo de materiais inserviveis; manter terrenos baldios limpos e murados; manter limpas as instalacoes de animais domesticos; educacao da comunidade envolvida.
Desratização
O uso de venenos deve ser feito por pessoas capacitadas na manipulacao dos mesmos e que conheca as tecnicas de aplicacao, uma vez que o uso descontrolado pode contribuir para o aumento da populacao em vez de controla-los.

Fonte: Prefeitura de Sao Paulo, Prefeitura de Maringa, Pragas On Line e Astral Saude Ambiental