Todos os posts de admin

Cupins

Cupins de madeira seca

Os cupins sao insetos conhecidos por nos pelo habito de se alimentarem preferencialmente de celulose, atacando por esta razao papeis, livros, estruturas de madeira, ou qualquer outro material derivado deste composto (polimero).

Os cupins existem na Terra ha muito mais tempo que o proprio homem, sendo que restos fossilizados deste insetos ja foram encontrados em formacoes geologicas datadas de 55 milhoes de anos. Durante todo este periodo, os cupins tem desempenhado um papel fundamental no meio ambiente, na decomposicao de materia organico ao solo, contribuindo para a incorporacao de nutrientes e fertilidade do solo.

No entanto, desde que o homem comecou a construir habitacoes ou estruturas de madeira, e que se conhecem os danos causados por este inseto. A propria denominacao “cupim” e mais antiga que o Brasil, tendo sua origem na lingua Tupi e significando “monticulo”, em referencia ao formato do ninho de uma determinada especie de cupim encontrado no interior do Brasil.

De acordo com o Dicionario Aurelio, podemos encontrar os seguintes sinonimos da palavra cupim, em Portugues: termita, termite e itapicuim, este ultimo utilizado na regiao Amazonica do Brasil. A denominacao termita, por sua vez, e originada do latim “Termes” e era utilizada pelos romanos ao se referirem ao “verme da madeira”, seu significado em latim, dada a aparencia que os mesmos apresentam quando infestando uma estrutura de madeira.

E interessante frisar, porem, que existem muitas especies de cupins e sua fonte de alimento pode variar bastante – existem cupins que comem raizes de plantas ou fungos, por exemplo. Desta maneira, e importante saber identificar a especie a ser controlada, diferenciando cupins que nao causam prejuizos ao homem (uteis na manutencao da cadeia alimentar na natureza) dos cupins que causam danos ao patrimonio privado, historico ou cultural do homem.

O texto que apresentamos aqui procura ajuda-lo na identificacao dos cupins e dos danos que causam, contribuindo para que encontre uma solucao para os eventuais casos de ataque.

Conforme comentamos, existem muitas especies de cupins que podem ser agrupados de diferentes maneiras. Como o proprio nome indica, os cupins de madeira seca sao os cupins que fazem o ninho na madeira seca, ou seja, a colonia encontra-se na madeira seca que, ao mesmo tempo, serve de abrigo e de alimento.

Pombos

São aves de origem Europeia, encontradas no mundo todo. Segundo a Lei 9605 de 12/02/98 (Artigo 29, paragrafo 3.), sao considerados domesticos levando assim qualquer acao de controle que provoque a morte, danos fisicos, maus tratos e apreensao, passivel de pena de reclusao e inafiancavel de ate 5 anos.

Habito
Alimenta-se de graos, mas podem reaproveitar restos de alimentos ou ate mesmo lixo. Alimentacao ativa em pracas e parques acarreta consideravel aumento da populacao. Abrigam-se e constroem seus ninhos em locais altos: predios, torres de igrejas, forros de casas, beirais de janelas. Formam casais para a vida toda e tem grande capacidade de voo.
Ciclo de vida
Nos Centros Urbanos podem viver aproximadamente 3 a 5 anos e em condicoes de vida silvestre 15 anos. A femea faz o ninho com material que encontra nas redondezas de seus abrigos. Poem 1 a 2 ovos que sao incubados por um periodo de 17 a 19 dias. No nosso clima em boas condicoes de abrigo podem ter 4 a 6 ninhadas por ano.

Importancia em saude publica
Geram grandes transtornos, em virtude da quantidade de fezes que eliminam nas janelas, sacadas, beirais, pracas, carros, podendo transmitir doencas como:

– Criptococose: causada por fungos e transmitida pela inalacao de poeira contendo fezes secas de pombos contaminados. Compromete o pulmao e pode afetar o sistema nervoso central.

– Salmonelose: causada por bacterias e transmitida pela ingestao de alimentos contaminados por fezes de pombos.

– Ornitose: causada por clamideas e transmitida por inalacao de fezes secas.

– Alergias respiratorias: ocasionada pela inalacao de penugens e particulas de penas que irritam a mucosa respiratoria, provocando alergias.

– Dermatites: causada por acaros de pombos, proveniente das aves ou dos ninhos podendo causar infeccoes na pele do homem.

Danos e Perdas Economicas
Por terem fezes extremamente acido-corrosivas e aparelho digestivo curto, defecam constantemente, danificando e contaminando equipamentos, veiculos, produtos armazenados. Filhotes e ovos atraem ratos e baratas. As penas, os restos de ninhos e cadaveres dos passaros provocam entupimentos de redes ou malhas pluviais superiores dos predios.

Medidas Preventivas e de Controle
Nao dar alimentos, com pouca oferta de alimentos, a populacao diminui naturalmente; Remocao de ninhos; para limpeza de local com fezes umedecer antes da remocao e utilizar mascara ou pano umido na boca e nariz; educacao sanitaria; construir barreiras fisicas para dificultar a construcao de ninhos e abrigos repelindo-os sem ferir, matar ou capturar, cumprindo as determinacoes legais, tornando as estruturas completamente desfavoraveis ao pouso e a formacao de ninhos, tais como:

– espiculas: pontas de metal nao afiadas fixadas em uma base plastica, e adequada para peitoris, beirais de coberturas; fios de aco tensionados entre postes, com mola para causar instabilidade com baixa visibilidade, utilizado em topos de predios e em parapeitos de janelas;

– mola: espiral em aco, lisa curvilinea e nao polida, ideal para locais planos e longos, como parapeitos, beirais, lajes;

– chuveirinho: hastes flexiveis de aco inox sustentadas por uma base fixa com roldanas para o movimento, adequado para luminarias e postes.

Pombinha Amargosa – Zenaida auriculata
Sao animais silvestres protegidos por legislacao, biologia e habitos semelhantes a Pomba domestica. Preferem fazer seus ninhos nas arvores, mas ja estao se adaptando as reentrancias dos edificios. Essa especie se alimenta de graos e sementes na zona rural durante o dia e usam a cidade como dormitorio, mas ja estao se urbanizando e podem ser observadas diuturnamente nas cidades.

Controle semelhante e destruicao de ninhos. Cozimento de ovos e devolucao nos ninhos.

Causam grandes prejuizos na zona rural na epoca do plantio e da brota.

Fonte: Prefeitura de Maringa

Pulgas

A falta de movimento na casa durante as ferias ou durante o periodo em que um imovel nao e alugado e fator determinante na infestacao de pulgas.

Ao contrario do homem, cujo descendente nasce a semelhanca de seus pais, estes insetos tem um ciclo de vida diferente. As femeas adultas botam ovos (ovipositam), que se transformam em larvas quando encontram boas condicoes ambientais que, por sua vez, empupam para se transformarem em adultos.

A ausência de movimento detona processos biologicos que levam as larvas a eclodirem dos ovos e os adultos a emergirem de suas pupas.

Os ovos e as pupas sao “impermeaveis” a inseticidas, cuja acao se restringe as larvas e aos adultos da pulga. Assim, o controle desta praga deve ser feito tanto atraves de medidas preventivas quanto curativas.

As pulgas sao pequenos insetos que pertencem a ordem Siphonaptera. Sao ectoparasitos de aves e mamiferos, principalmente destes ultimos. Medem geralmente menos de 5 milimetros de comprimento e suas partes bucais sao adaptadas para cortar a pele e sugar o sangue do hospedeiro. Nao tem asas, mas possuem pernas extremamente fortes, especialmente o par posterior, que possibilita as pulgas moverem-se rapidamente e pularem distancias muito maiores que o comprimento de seu corpo. Os olhos sao reduzidos ou mesmo ausentes.

As pulgas nao causam somente desconforto ao homem e seus animais domesticos, mas tambem problemas de saude, tais como, dermatites alergicas, transmitem viroses, vermes e doencas causadas por bacterias (peste bubonica, tularemia e salmonelose). Apesar das picadas serem raramente sentidas, a irritacao causada pelas secrecoes salivares pode se agravar em alguns individuos.
Algumas pessoas sofrem uma reacao severa resultante de infeccoes secundarias ocasionadas pelo ato de cocar a area irritada. Picadas no tornozelo e pernas podem, em algumas pessoas, causar dor que pode durar alguns minutos, horas ou dias, dependendo da sensibilidade do individuo. Em algumas pessoas nao ocorre qualquer reacao. A reacao tipica da picada e a formacao de uma pequena mancha dura, avermelhada com um ponto em seu centro.

As especies mais importantes na saude publica sao: Pulex irritans, que ataca mais o homem, podendo, no entanto, alimentar-se sobre outros hospedeiros; Xenopsylla cheopis, denominada pulga do rato; Ctenocephalides felis felis, conhecida por pulga do gato e Ctenocephalides canis, a pulga do cão.

Para amenizar a irritacao ocasionada pela picada da pulga, aplicar mentol, canfora ou gelo. As pessoas muito sensiveis a picada devem consultar um dermatologista.

Biologia e Comportamento
As pulgas sao insetos holometabolos, isto e, seu ciclo de vida compreende a fase de ovo, larva (3 instares), pupa e adulto. Este ciclo se completa por volta de 30 dias, dependendo das condicoes de temperatura e umidade. Somente o adulto e hematofago, isto e, alimenta-se de sangue que pode ser de aves ou mamiferos. Algumas especies de pulgas dao preferencia a uma unica especie de hospedeiro, porem, a maioria pode sugar varias especies de animais. Por este motivo, as pulgas transmitem doencas ao homem e a outros animais.

Os ovos das pulgas sao depositados sobre o hospedeiro, em seu ninho, ou no chao. Sao esbranquicados, lisos e ovais.

As larvas das pulgas nao possuem pernas, sao cegas e evitam a luz. Seu alimento consiste de fezes das pulgas adultas, pele, pelo e penas. Elas nao sugam sangue.

As pupas possuem um casulo de seda fabricado pela larva de ultimo instar onde ficam aderidos pelos de animais, poeira e outras sujeiras. Em aproximadamente 5 a quatorze dias as pulgas adultas emergem ou permanecem em repouso dentro do casulo ate a deteccao de alguma vibracao, que pode ser ocasionada pelo movimento de um animal ou homem e quando um animal deita-se sobre ela. A emergencia pode ser ocasionada tambem pelo calor, barulho ou pela presenca de dioxido de carbono que significa que uma fonte potencial de alimento esta presente.

As femeas adultas nao conseguem depositar ovos sem uma refeicao, mas os adultos, tanto machos, quanto femeas podem sobreviver de dois meses a um ano sem se alimentar. As vezes, familias que viajam por um periodo razoavel de tempo, quando voltam, encontram a residencia infestada por pulgas. Isto ocorre porque a casa fica fechada sem hospedeiros (caes e gatos). Assim que a familia retorna, ela e atacada pelas pulgas que nasceram no periodo.

Apos a eclosao, a larva alimenta-se das fezes das pulgas adultas. Por esta razao, os adultos ingerem mais sangue do que necessitam. Uma pulga pode alimentar-se 2 a 3 vezes ao dia e cada repasto dura cerca de dez minutos. A longevidade dos adultos varia de especie para especie pois, depende da temperatura, umidade e da freqьencia com que a pulga se alimenta. Em condicoes de laboratorio, Pulex irritans pode viver ate 513 dias e Xenopsylla cheopis 100 dias.

As pulgas adultas possuem coloracao marrom avermelhada, corpo endurecido (dificil de esmagar entre os dedos), possuem tres pares de pernas (pernas posteriores mais largas para possibilitar o salto) e sao achatadas verticalmente, o que facilita seu movimento entre os pelos ou penas do hospedeiro. Sao excelentes saltadoras, podendo saltar verticalmente uma altura de aproximadamente 18 cm e horizontalmente 33 cm. O aparelho bucal e do tipo mastigador.

Metodos de Prevenção
Coloque sempre uma toalha limpa onde seu animal dorme e lave-a uma vez por semana. Esta e a melhor forma de prevenir uma infestacao de pulgas pois, os ovos que sao depositados sobre o hospedeiro caem no ambiente. Dessa forma os ovos sao periodicamente descartados.

Deve-se manter a higiene periodica dos animais domesticos e manutencao de convivio adequado na moradia humana.
Se o piso da casa for de tacos ou tabuas, todos os vaos existentes devem ser calafetados, uma vez que podem servir de abrigo para pulgas no ambiente.

Lave periodicamente os tapetes e capachos para evitar novas infestacoes.
As casas devem ser limpas pelo menos uma vez por semana, com o auxilio de um aspirador de po. Desta maneira evita-se o acumulo de poeiras nos tapetes, tacos e outros ambientes.

IMPORTANTE: Descarte o filtro do aspirador apos a limpeza, pois as larvas das pulgas podem eclodir dos ovos coletados pelo aspirador ou pulgas adultas podem emergir de suas pupas e re-infestar o ambiente.

Pode a grama e faca a limpeza periodica de quintais e jardins para evitar ambientes umidos e adequados para o desenvolvimento das larvas.

Evite armazenar areia ao redor da residencia por periodos longos.

Faca o controle de roedores no terreno da residencia, pois estes sao hospedeiros de pulgas que transmitem doencas.

Metodos de Controle
O controle de pulgas e mais eficiente quando sao tomadas medidas simultaneas que envolvem limpeza periodica, tratamento do animal de estimacao e controle quimico no domicilio e peridomicilio (quintais, canis, abrigos de animais, etc.).

Os metodos utilizados podem ser mecanicos, quimicos ou biologicos.

Metodos Mecanicos
Os metodos mecanicos sao: catacao manual das pulgas nos hospedeiros, pela inspecao da pelagem do animal; banho periodico nos animais, mergulhando-os por alguns minutos em recipiente cheio de agua; escovacao periodica da pelagem do animal; aspiracao periodica do ambiente; lavagem dos pisos internos; lavagem da “cama” do animal; varrecao e lavagem freqьente do quintal e do canil.

A aspiracao do ambiente usando-se um aspirador de po e extremamente eficiente, devendo ser realizada dia sim, dia nao. Deve-se tomar o cuidado de jogar fora o saco de papel que retem o po e deposita-lo dentro de um saco plastico que deve ser bem fechado antes de ir para a lata do lixo. Para os modelos de aspirador que nao possuem sacos descartaveis, pode-se polvilhar inseticida em po dentro deste. Tomando esta medida, ovos, larvas e adultos sao retirados impossibilitando que uma nova geracao de pulgas venha ocasionar incomodo para os moradores da residencia. A aspiracao periodica retira tambem o alimento das larvas, ou seja, o sangue digerido que pulgas adultas deixam no ambiente e outras materias organicas. E importante que a aspiracao seja feita dia sim dia nao pois, os adultos saem dos casulos quando ocorrem alguns estimulos. Estes estimulos incluem vibracao que e o que o aspirador produz. Caso o aparelho seja passado uma vez por semana, sua vibracao ira estimular a emergencia dos adultos e uma nova populacao de pulgas ocorrera de uma semana para a outra. Passando-se o aspirador dia sim dia nao, removem-se pupas e ovos recem depositados impedindo a proliferacao das pulgas.

Reguladores de Crescimento
A utilizacao de um regulador de crescimento de insetos (insect growth regulator) que e um hormonio que impede as larvas de eclodirem dos ovos e de puparem para se transformar em adultos, tambem e eficiente.

Metodos Quimicos
Os metodos quimicos sao varios, sendo muitos de uso profissional. Assim, uma empresa de desinsetizacao idonea deve ser contratada para realizar o controle. Para entender melhor o tipo de produto que o profissional vai utilizar no ambiente podemos citar as seguintes definicoes de produtos:

Produtos com “knockdown” – O termo “knockdown” indica a habilidade que um determinado inseticida possui de matar uma pulga alguns minutos apos o contato. Os produtos que possuem bom “knockdown” incluem alguns organofosforados e piretroides.

Produtos de acao residual ou de atividade residual – Sao aqueles produtos que permanecerao ativos por um longo periodo. Os produtos com um “bom residual” sao a maioria dos organofosforados e carbamatos, incluindo os inseticidas microencapsulados.

Antes do controle quimico alguns cuidados devem ser tomados como retirar do ambiente pessoas e animais domesticos (passaros, caes, gatos, peixes, etc). Algumas informacoes importantes devem ser passadas ao controlador, tais como locais onde os animais de estimacao dormem. Atencao especial deve ser dada, durante o controle, as escadas ou degraus, pois os ovos de pulgas alojam-se nas frestas destes locais. O tratamento tambem deve ser realizado atras das portas e debaixo de camas e outros moveis.

Produtos Veterinários
No mercado existem tambem produtos para serem aplicados em caes e gatos pelo proprio dono. Sao eles:

Shampoos: existem varias marcas de shampoos contra pulgas no mercado com eficacia variavel. A funcao do shampoo e remover as pulgas presentes no animal durante seu uso. Para que seja eficiente, e preciso que o shampoo fique em contato com o animal por no minimo 10 minutos antes de ser enxaguado. Nao use shampoos recomendados para caes em gatos, nem o contrario, pois a eficiencia e diferente para cada tipo de animal. Durante o banho, nao deixe que o shampoo entre nos olhos e orelhas do animal. Para impedir que o produto entre dentro dos ouvidos tampe-os com chumacos de algodao, nao esquecendo de retira-los depois. Para facilitar o banho nos gatos, encha um balde com agua morna e mergulhe o animal. Jogue delicadamente a agua sobre o gato tomando o cuidado de segurar suas patas dianteiras para que ele nao o arranhe. Ensaboe o animal com o shampoo proprio para gatos e retire o produto apos 10 minutos.

Talcos: os talcos contra pulgas podem ser bastante eficientes tanto para caes quanto para gatos e sao faceis de aplicar. Jogue pequenas quantidades proximo a cauda e massageie o local ate que este entre em contato com a pele do animal. Outros locais onde deve-se tomar o cuidad
o de aplicar o talco sao: no ventre proximo as patas traseiras, na area do estomago e ao redor do pescoco. Nao e necessario cobrir todo o animal com o talco. Durante a aplicacao o talco pode ser aspirado tanto pelo animal quanto pelo aplicador. Desta forma, faca a aplicacao em uma area aberta com bastante ventilacao. Quem sofre de doencas respiratorias, tal como a asma, nao deve fazer aplicacao de talco.

“Sprays”: existem alguns produtos em “spray” no mercado, de facil aplicacao. A periodicidade de uso varia de produto para produto e as indicacoes de uso devem ser seguidas rigorosamente.

Curiosidades
Como as pulgas entram dentro de casa?
As pulgas podem entrar em uma residencia de varias maneiras, mesmo quando os animais domesticos sao mantidos fora de casa. Elas podem saltar do jardim para dentro, pegar carona em voce ou mesmo ter sido deixadas por antigos moradores, pois as larvas podem ficar em estado dormente por um periodo incrivelmente longo.

Como saber se seu animal de estimacao tem pulgas?
Para saber se seu animal esta com pulgas, abra os pelos e verifique se ele apresenta:
– Pele irritada – no local da picada o animal coca e irrita a pele. Quando a infestacao esta alta pode ocorrer queda de pelo em algumas partes do corpo do animal;
– Formas pequenas de coloracao marrom escura que se movem rapidamente sao pulgas;
– Pequenas bolinhas marrom escuras grudadas nos pelos. As pulgas excretam sangue digerido. Aperte as bolinhas sobre um lenco de papel e verifique se elas liberam um liquido avermelhado.
– Verifique tambem a “cama” ou local onde o animal costuma dormir e procure pelas fezes das pulgas e pelos adultos.

Como saber se sua residencia tem pulgas?
E possivel monitorar populacoes de pulgas colocando-se uma panela baixa com agua e um pouco de detergente de lavar loucas sobre o chao. No meio da panela coloque uma vela acesa a uns 10 cm de altura em relacao a superficie da agua com detergente. As pulgas adultas sao atraidas pela fonte de luz (que no caso da vela e intermitente) e caem na solucao de detergente. Utilizando-se este aparato, pode-se verificar quais sao os locais da residencia onde possui infestacao de pulgas.

Fonte: Pragas On Line

Roedores

Ratos, ratazanas e camundongos adaptaram-se muito bem a maneira de viver do homem, tornando- se uma praga de grande relevancia. Um casal de ratos na idade de seis a sete meses, ja produziu uma media de quarenta novos individuos, levando-se em consideracao fatores limitantes como alimento disponivel e doencas. A visao do rato e ruim alem de ser daltonico, mas em compensacao possui os outros sentidos muito desenvolvidos. As perdas economicas causadas pelos roedores e de grande relevancia nas lavouras, na armazenagem de graos onde a sua acao e devastadora, nas industrias de transformacao de alimento, em locais de confinamento de animais etc. Alem de causarem danos, transmitem doencas aos animais e ao homem.

– Sao responsaveis pela perda de 30% da producao nacional de graos e 4% da producao mundial.

– A cada 3 dias ha registro em hospitais e postos medicos de 1 pessoa com lesoes por roedura de ratos.

– O Brasil possui o maior numero de especies e subespecies de roedores na fauna silvestre.

– A Suica mantem 0,5 rato per capita, os EUA 2, enquanto no Brasil, nos grandes centros urbanos, existem 15 ratos/habitante, sendo a media nacional de 8.

– O rato tem existencia paralela a civilizacao de um povo, na Suica a media de vida de um rato e de 6 meses, ja no Brasil ele vive ate 2 anos.

– Se acasalarmos 1 casal de ratos em janeiro, em dezembro teremos 180 mil descendentes e no periodo de 10 anos serao 48 trilhoes.

– 30% dos incendios em instalacoes industriais e comerciais de causas nao definidas, sao atribuidas a roedores.

– Na Idade Media, atraves da transmissao da Peste Negra (peste bubonica e pneumonica), os ratos aniquilaram 25 a 50% da populacao europeia, dependendo do pais atingido.

– Atualmente os ratos e suas pulgas espalham diversos tipos de doencas como : tifo, febre da mordida, leptospirose, hantavirus, triquinose, salmonelose e outras.

– O hantavirus (virus letal transmitido pelos ratos) pode ser propagado, simplesmente pelo caminhar do individuo sobre superficie de poeira, atraves da inalacao desta. A febre hemorragica e o pior tipo da doenca causada pelo virus, provoca hemorragia pelos poros, olhos e liquefaz os orgaos internos com altissimo grau de mortalidade.

– Os ratos conseguem sobreviver e dar continuidade a especie em qualquer ambiente, devido a sua extraordinaria adaptabilidade, ex.: um rato da Siberia, que possui pelagem de 11 cm, quando trazido para o Brasil, em 6 meses ja produz descendentes com 1 cm de pelagem.

– Os ratos tem neofobia, fobia pelo novo. Quando entram em contato com objetos ou alimentos recem introduzidos em sua area, enviam os doentes e os idosos do seu grupo para testar o novo produto, depois de algum tempo, se nao houver perigo, consomem o produto, por isso nenhum raticida pode ter efeito fulminante, pois seriam facilmente identificados e nao consumidos. Ex.: e proibido a utilizacao de “chumbinho”.

– As colonias competem entre si e quando nao ha oferta de alimento suficiente, comem seus proprios filhotes.

– Residencias que possuem caes sao atrativas para roedores, pois o cidadao brasileiro nao e como o europeu ou americano que remove o restante da racao apos ter alimentado seu animal, ficando a mesma a merce dos ratos.

– O crescimento ininterrupto dos seus dentes incisivos faz com que roam tudo que encontrar, para exercitar sua arcada dentaria, atacando: chumbo, diversos metais, aluminio, cobre, madeira, plastico, fios eletrificados, etc.

– Efeito Bumerangue ou Inversao de Efeito e quando nao se obtem a diminuicao de ratos em uma area, apos um trabalho de desratizacao e sim inverte-se o efeito desejado aumentando a populacao existente, ex.: uma colonia que tenha 10 ratos adultos, o aparecimento do 11є rato inicia o canibalismo, os recem nascidos sao abandonados pelas maes e comidos pelos adultos, as femeas diminuem sua freqьencia de cio e parem ninhadas reduzidas (as quais sao canibalizadas), somente se ocorrer a morte de 1 dos 10 ratos dessa colonia e que a vaga e preenchida por algum filhote, dessa forma a colonia auto regula-se.

Caso o homem intervenha nesse equilibrio e consiga eliminar 4 individuos dessa colonia, as femeas gerarao 20 pequenos ratos, que vao se alimentar da porcao de comida dos 4 adultos eliminados, havera competicao direta entre esses 20 filhotes que vao disputar a vaga em aberto na colonia, recompondo o numero original, onde os 4 mais fortes tentam eliminar os 16 outros jovens mais fracos, porem esses 16 ja nao sao tao desprotegidos, nem tao inabeis e assim salvam suas vidas fugindo do territorio e vao habitar as areas contiguas, estabelecendo novas colonias, dessa forma ao inves da colonia anterior de 10 individuos, depara-se com 26 ratos.

Os roedores estao classificados como:
REINO: Animal
RAMO: Chordata (VERTEBRADOS)
CLASSE: Mammalia (MAMIFEROS)
ORDEM: Rodentia (ROEDORES)
SUB ORDEM: Myomorpha
FAMILIA: Muridae
ESPECIES: Rattus norvegicus, Rattus rattus, Mus musculus

Ratazanas, rato de esgoto, gabiru, rato pardo (Rattus norvegicus)
O genero Rattus abrange 56 especies sendo que somente algumas poucas causam problemas ao homem. Estes roedores sao tipicamente generalistas, exibindo ampla preferencia por habitats e alimentos. Sao as especies em maior numero dentre os mamiferos presentes em varias regioes do planeta.

O adulto possui corpo robusto com 18 a 25 cm de comprimento podendo pesar de 250 a 600 gramas. Com pelos asperos, orelhas pequenas e arredondadas, olhos de tamanho pequeno em relacao ao resto da cabeca. As patas possuem calos lisos e membranas interdigitais. A cauda e grossa e peluda medindo 15 a 21 cm. Sao de habito noturno e transitam com extrema cautela sendo dificil visualizar suas atividades. Possuem um raio de acao de 30-45m em relacao ao abrigo.

Possui uma vida media de 02 anos sendo sexualmente maduro entre 60-90 dias de idade. A gestacao da femea dura de 22 a 24 dias com 08 a 12 ninhadas por ano. Cada ninhada possui de 08 a 12 filhotes com uma media de sobrevivencia de 20 filhotes apos o desmame por femea/ano. Vivem em colonias que agregam ate algumas centenas de individuos em territorios definidos, e com a presenca de dois grupos distintos, os dominantes e os dominados. Em caso de competicao com outras especies (Rattus rattus) a especie Rattus norvegicus geralmente predomina pelo maior porte e agressividade. Devido a falta de alimento pode ocorrer competicao entre colonias.

Seus ninhos geralmente se localizam em tocas ou galerias escavadas no subsolo, onde encontramos pelos, fezes, restos de alimentos e outros detritos. Fazem suas trilhas ao ar livre formando sulcos no solo e desgastando a vegetacao rasteira, buscando agua e alimento. A planta dos pes e estreita e sem estrias. Encontramos mancha unica de atrito corporal junto ao solo, paredes e muros. As fezes sao em forma de capsulas com extremidades rombudas. Pode-se encontrar sinais de roedura em aluminio, chumbo, argamassa, madeiras proximas ao solo.

Sao animais onivoros e consomem diariamente 20 a 30g/dia de alimento, que pode ser lixo organico, cereais, raizes e carne. Consome de 15 a 30 ml de agua/dia.

Sao excelentes escavadores construindo galerias no subsolo com varias saidas. Devido ao habito noturno deve-se remover diariamente o lixo e indisponibiliza-lo no periodo da noite evitando suas visitas ao local. Esta especie e frequentemente encontrada em beira de corregos e rios, terrenos abandonados, jardins sem manutencao adequada, rede de esgoto e galerias fluviais, depositos de lixo e entulhos diversos, proximo as linhas ferreas.

Rato de telhado, rato preto, rato de paiol, rato de forro, rato de navio (Rattus rattus)
O adulto possui corpo esguio com 16 a 21 cm de comprimento podendo pesar de 80 a 300 gramas. Com pelagem delicada e dorso preto ou cinza, orelhas e olhos grandes e salientes em relacao a cabeca. As patas possuem calos estriados e sem membranas interdigitais. A cauda e fina em chicote com poucos pelos medindo 19 a 25 cm. Sao de habito noturno e escalam com extrema facilidade. Possuem um raio de acao de 30-60m em relacao ao abrigo.

Possui uma vida media de 18 meses sendo sexualmente maduro entre 60-75 dias de idade. A gestacao da femea dura de 20 a 22 dias com 04 a 08 ninhadas por ano. Cada ninhada possui de 07 a 12 filhotes com uma media de sobrevivencia de 20 filhotes apos o desmame por femea/ano. Os ninhos sao geralmente acima do solo nos sotaos, forros das casas, arbustos, sacarias, frestas de muros, armazens, poroes de navios e nas areas portuarias. Junto aos muros e madeiramento do telhado encontramos, muitas vezes, fezes e manchas de gordura causadas pelo atrito do corpo nestes locais. Em locais elevados, junto a vigas, canos e colunas encontramos mancha dupla nos locais de manobra para contornar obstaculos. As fezes sao afiladas.

De habito onivoro consome diariamente de 15 a 30g de alimento/dia, concentrando sua dieta em legumes, frutas, cereais, raizes e pequenos insetos. Consomem de 15 a 30 ml de agua/dia.

Camundongo, catita, ratinho caseiro (Mus musculus)
O adulto possui corpo delgado com 8 a 9 cm de comprimento podendo pesar de 10 a 21 gramas. Com pelagem delicada e sedosa, orelhas grandes e salientes em relacao a cabeca afilada, olhos pretos e salientes de tamanho pequeno em relacao ao resto da cabeca. As patas sao escuras e sem membranas interdigitais. A cauda e fina e sem pelos medindo 8 a 10 cm. Sao de habito noturno e escondem-se com extrema facilidade em locais estreitos e de dificil acesso. Possuem um raio de acao de 03 a 09 m em relacao ao abrigo.

Possui uma vida media de 12 meses sendo sexualmente maduro entre 42-45 dias de idade. A gestacao da femea dura de 19 a 21 dias com 05 a 06 ninhadas por ano. Cada ninhada possui de 4 a 8 filhotes com uma media de sobrevivencia de 30 filhotes apos o desmame por femea/ano. Os ninhos sao geralmente terrestres e acima do solo, geralmente no interior de residencias. Realizam seus ninhos em guarda-roupas, frestas de rodapes, prateleiras de livros e moveis em geral onde notamos a presenca de pelos, restos de alimentos, fiapos de pano, papel e outros detritos. Escalam com facilidade abrigando-se em despensas, armarios, espacos internos nas paredes e depositos. Se alimentam de cereais, farelos, pao e queijos (3 g/dia) e possuem pouca exigencia quanto ao consumo de agua. As fezes sao em forma de bastonete. As roeduras sao delicadas, geralmente graos parcialmente roidos e abandonados.

Medidas Preventivas:

Antirratização
Acondicionamento correto do lixo; dispor o lixo na rua somente na hora que o coletor recolher; nunca jogar lixo a ceu aberto; acondicionamento correto de alimentos; inspecao periodica de locais que possam servir de abrigo e material que adentre ao ambiente; vedar frestas ou vaos; colocar telas, grelhas, ralos do tipo abre-fecha, sacos de areia; evitar acumulo de materiais inserviveis; manter terrenos baldios limpos e murados; manter limpas as instalacoes de animais domesticos; educacao da comunidade envolvida.
Desratização
O uso de venenos deve ser feito por pessoas capacitadas na manipulacao dos mesmos e que conheca as tecnicas de aplicacao, uma vez que o uso descontrolado pode contribuir para o aumento da populacao em vez de controla-los.

Fonte: Prefeitura de Sao Paulo, Prefeitura de Maringa, Pragas On Line e Astral Saude Ambiental